"SEI QUE NADA SEI, NO ENTANTO SEI, QUE ENQUANTO VIVER COMBATEREI COM TUDO O
QUE ESTIVER AO MEU ALCANCE, TODOS OS QUE COMETEM ALIENAÇÃO PARENTAL"

segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

Mentirosa...

eu gosto
de pegar voce de surpresa
no corredor
na cozinha
na mesa
e voce fingir que rejeita
mas aos poucos cede
se ajeita
finge que me empurra
me puxa
me pede
me abraça
me implora
de olhos arregalados
como quem me devora
com fome
com sede
me aperta o corpo
contra a parede
treme
chora
se arrepia
se molha
pôe as mãos no meu rosto
faz uma cara de séria
me olha
como se fosse dentro da minha alma
como se fosse a ultima coisa a fazer
me beija a boca de leve
e numa voz bem calma
me diz que só eu
faço assim com voce

3 comentários:

  1. Lindo...
    Vamos sonhar, enquanto temos essa capacidade. Adoro-te* MUITO!

    http://www.youtube.com/watch?v=AgN-BSifdPI

    ResponderEliminar
  2. Capacidade haverá sempre,quase nunca temos é disponibilidade para sonhar-mos; com tantos entroncamentos, raramente a nossa estrada se encontra descongestionada, passamos a vida a remover obstáculos que connosco se cruzam quotidianamente, quem se atreve a dizer que "nosso caminho não tem buracos"?

    ResponderEliminar
  3. E quando temos tendência a procurá-los e a tropeçar neles, pior ainda...
    Às vezes os buracos são isso mesmo, buracos. Inofensivos. Mas quando teimamos em trilhar no seu caminho, desviando o carro em seu percurso, mais dia, menos dia, dá-se um acidente...

    ResponderEliminar