"SEI QUE NADA SEI, NO ENTANTO SEI, QUE ENQUANTO VIVER COMBATEREI COM TUDO O
QUE ESTIVER AO MEU ALCANCE, TODOS OS QUE COMETEM ALIENAÇÃO PARENTAL"

quarta-feira, 28 de março de 2012

Agora tenho mais...




Já por várias vezes afirmei em privado de que me sinto muito estranho, digamos muito 'anormal' em relação aos demais, agora volto a repeti-lo num circuito um pouco mais alargado, este, o do blogger.
Eu penso que nunca perdi nada ou ninguém, apenas deixei de por algum tempo de partilhar com a sua presença.
Aplico isto a todos os que amo mas onde estou ausente, incluindo aqueles que se convenceram que por atitudes ou silêncios os deixei de amar. Todos, todos os que entraram em meu peito foi para sempre, mesmo os que me agrediram sem paixão (sim, porque para agredir é necessária muita paixão) estão cá, são coisas que não sei explicar nem sequer estou para aí virado.
Quando perante uma ruptura nos afastamos de alguém, sobra o comentário de:
- Perdi... mas ganhei isto ou aquilo.
Não partilho, e devido a isso me sinto estranho. Eu nunca perdi alguém, fosse porque me afasta-se ou porque esse alguém falecesse ou por troca (sim passamos a vida em trocas e baldrocas) ou por outra situação qualquer, certo é que estou com todos dentro de mim. E agora tenho mais.
Não sei o que será essa espuma dos dias que virão, sei que já estão comigo e aconteça o que acontecer não sairão jamais do meu coração.
Estranha forma de vida esta de aprender-mos a colocar gente dentro de nós, num mundo cada vez mais separatista e racial.
Convosco estou a aprender todos os dias, posso não ser o melhor pai do mundo mas quero ser um Grande Amigo.
Não pretendo ser um substituto, nunca o conseguiria, apenas vosso amigo, um Amigo que vos quer muito e aos poucos aprenderá os mistérios da vida.
Obrigado por me aceitarem.
Com muito amor
Fernando

Sem comentários:

Enviar um comentário