"SEI QUE NADA SEI, NO ENTANTO SEI, QUE ENQUANTO VIVER COMBATEREI COM TUDO O
QUE ESTIVER AO MEU ALCANCE, TODOS OS QUE COMETEM ALIENAÇÃO PARENTAL"

quinta-feira, 26 de abril de 2012

A Lenda de Iztaccíhuatl e Popocatépetl



   No Vale do México vivia um poderoso imperador de espírito guerreiro. Ele tinha uma filha a Princesa Iztaccíhuatl, que estava apaixonada por um jovem guerreiro, valente e inteligente chamado Popocatépetl. O imperador ficou satisfeito com a união de sua filha com o jovem guerreiro.




 Quando Iztaccíhuatl e Popocatépetl se preparavam para iniciarem seu casamento, exércitos inimigos decidem invadir o vale. O imperador reuniu seus guerreiros e confiou a tarefa de os dirigir nos combates, a Popocatépetl.
Popocatépetl parte para a guerra e depois de vários meses de luta, ele derrota o inimigo. Antes de o Imperador tomar conhecimento da sua vitória, guerreiros invejosos relataram que Popocatépetl tinha morrido na batalha. Iztaccíhuatl ouviu essa história falsa e chorou amargamente. Parou de comer e caiu num sono profundo, ninguém poderia acordá-la. Quando Popocatépetl regressa vitorioso toma conhecimento do que tinha acontecido a Iztaccíhuatl e carregando em seus braços a Princesa, pega numa tocha e abandona o palácio e a cidade.





Nunca mais ninguém os viu. Depois de vários dias, todos no Vale do México ficam sobressaltados ao ver duas montanhas muito altas, surgirem do nada e uma delas enviar chamas ao céu. Quando o Imperador viu as montanhas disse ao seu povo:





   * Iztaccíhuatl e Popocatépetl morreram de desgosto, porque eles não podiam viver um sem o outro. O amor que os transformou em vulcões e o coração fiel como uma chama, arderá para sempre *.

1 comentário: